Rio de Janeiro
27 abr a 24 jun
Brasília
04 out a 04 nov
Belo Horizonte
16 jul a 01 set
São Paulo
15 out a 15 dez
50°31’ S | 73°06’ O

GELEIRA PERITO MORENO, PROVÍNCIA DE SANTA CRUZ, ARGENTINA

No sul da Patagônia, perto da fronteira chilena, o parque nacional de Los Glaciares, criado em 1937, foi inscrito em 1981 na Lista do Patrimônio Mundial da Unesco. Esse espaço abriga 47 geleiras oriundas da calota de gelo continental da Patagônia, a maior do mundo após as da Antártica e do Ártico. Com uma largura frontal de 4km e uma altura de 60m, Perito Moreno se estende por 52km e avança sobre um dos braços do lago argentino, levando em sua descida destroços de rocha arrancados das encostas das montanhas. Periodicamente, na confluência dos dois braços do lago, a geleira interrompe o fluxo da água, e a pressão crescente sobre a barreira de gelo acaba por rompê-la, produzindo uma detonação que pode ser ouvida a muitos quilômetros do local. O fenômeno, que ocorreu 16 vezes no século XX, aconteceu novamente em julho de 2008, em pleno inverno austral. As geleiras e as calotas polares representam 9% das terrasemersas do globo. O aquecimento do planeta, em parte ligado às atividades humanas, por meio do derretimento do gelo e sobretudo pela dilatação da água sob o calor, pode elevar o nível dos oceanos em 50cm em média antes do final do século XXI e inundar litorais férteis e habitados.


As emissões anuais de CO2 na atmosfera aumentaram em 38 % entre 1990 e 2009. A taxa de crescimento dessas emissões foi maior a partir do ano 2000 do que durante os anos 1990.
Fonte: AIE