Rio de Janeiro
27 abr a 24 jun
Brasília
04 out a 04 nov
Belo Horizonte
16 jul a 01 set
São Paulo
15 out a 15 dez
22°54’24.96” S | 43°10’58.16” O

MONUMENTO À INDEPENDÊNCIA, PRAÇA TIRADENTES, CENTRO, RIO DE JANEIRO, BRASIL

O sol se põe na Praça Tiradentes, que tem o nome do famoso mártir do processo de Independência do Brasil. Contudo, a estátua iluminada na foto não é de Tiradentes, ao contrário do que pensam milhares de pessoas que atravessam a praça todos os dias. A escultura, de granito, ferro e bronze, representa d. Pedro I no momento em que declarou a Independência do Brasil, em 7 de setembro de 1822. Esse monumento foi concebido pelo artista brasileiro Maximiliano Mafra, mas a obra foi realizada na França por Louis Rochet e Auguste Rodin. Inaugurado em 1882, foi restaurado em 2005 e hoje é considerado como o maior monumento da América Latina. Em 1890, a praça foi nomeada Tiradentes para comemorar o centenário da morte do herói que morreu enforcado perto deste local, exatamente na esquina da rua Senhor dos Passos com a avenida Passos, após a descoberta dos planos da Inconfidência, movimento que buscava a independência brasileira dos domínios de Portugal. A praça é objeto de revitalização cultural, econômica e social feita pela Prefeitura do Rio, com o apoio do programa “Monumenta” do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).


Estima-se que 70 % da população mundial viverá em cidades em 2050, contra os 50 % atuais, o que representa um aumento de 1,4 milhão de pessoas por semana.
Fonte: UN - Habitat